Rublev arrasa e deixa a Rússia a um passo da glória na ATP Cup

Andrey Rublev foi uma das peças fundamentais na chegada da Rússia às meias-finais da Taça Davis, em 2019, e um ano depois, embalado pela melhor época da carreira, está a ser corresponsável pela campanha na ATP Cup. Este domingo, voltou a vencer para deixar o país a apenas uma vitória de uma conquista histórica.

Depois de duas vitórias na fase de grupos e uma nas meias-finais, o número oito mundial colocou um travão na campanha ascendente de Fabio Fognini (17.º) e somou a segunda vitória em sete encontros com o italiano, graças aos parciais de 6-1 e 6-2.

No duelo que abriu a ação na Rod Laver Arena, o moscovita de 23 anos deixou de parte o historial recente frente ao adversário, que não vencia desde 2017, e assumiu a iniciativa desde o início. Com muito poder de fogo, Rublev “agarrou” o primeiro set em 25 minutos e prolongou a avalanche de winners para voltar a massacrar o serviço de Fognini desde os primeiros instantes do segundo parcial.

A pressão exercida pelo mais novo dos dois jogadores foi tal que o oponente nunca conseguiu esconder o desconforto e o primeiro ponto foi rapidamente dado como certo para a Rússia, que assim fica a apenas um passo da glória: Daniil Medvedev vai defrontar Matteo Berrettini na última batalha da semana entre dois top 10 e se somar a 14.ª vitória consecutiva (fechou 2020 a vencer o Masters 1000 de Paris e o ATP Finals) poderá inscrever o nome do país na ainda breve história da ATP Cup.

Total
1
Shares
Total
1
Share