Depois dos singulares, os pares: Nuno Borges faz a dobradinha em Antália

Beatriz Ruivo/FPT

De manhã conquistou o título de singulares em Antália, depois o compatriota Gastão Elias também venceu, mas em Vilhena, e a fechar o dia voltou a ser Nuno Borges a festejar: o maiato de 23 anos fechou a semana com chave de ouro, ao juntar ao de singulares o troféu de campeão de pares do ITF de 15.000 dólares disputado na localidade turca.

Lado a lado com o norte-americano Alexander Rybakov, o número seis nacional e 396.º ATP derrotou os italianos Jacopo Berrettini e Raul Brancaccio — segundos cabeças de série — por 4-6, 7-6(1) e 10-6 para conquistar o primeiro título de pares esta época, depois de ter jogado uma final da variante logo na primeira semana em que competiu.

Com a “dobradinha” em Antália, Nuno Borges chega aos 17 títulos em torneios ITF: 10 na variante de singulares e sete em pares, sendo esta a primeira conquista da variante fora de Portugal.

Total
6
Shares
Total
6
Share