Naomi Osaka evita surpresa e segue para os quartos de final

A japonesa Naomi Osaka está apurada para os quartos de final do Gippsland Trophy, em Melbourne, mas não sem antes sofrer. Esta quarta-feira, a número três mundial teve de recuperar da desvantagem de um set para levar a melhor sobre a britânica Katie Boulter (371.ª WTA), com os parciais de 3-6, 6-3 e 6-1.

Osaka estava avisada desde cedo para o perigo que Boulter representava, ou não tivesse a tenista de 24 anos despachado Anna Kalinskaya (114.ª) e Cori Gauff (58.ª) nas rondas anteriores e a jogar um ténis de elevada qualidade. Por isso, não foi de estranhar totalmente que a britânica se tivesse adiantado no marcador, apesar de Osaka até ter sido a primeira a espreitar o break.

Só que do outro lado da rede estava uma antiga número um mundial e detentora de três troféus do Grand Slam, algo que Osaka fez questão de lembrar. A japonesa entrou a dominar na segunda partida e venceu os primeiros quatro jogos. Boulter reagiu, venceu três de forma consecutiva e ameaçou montar a reviravolta, mas Osaka salvou um break point no caminho para o 5-3 e quebrou o serviço da oponente para fechar o parcial.

Com o fim do segundo set terminou também a resistência de Katie Boulter. Osaka ficou mais confortável em court, assumiu por completo as rédeas do encontro e fechou o terceiro parcial em 26 minutos, depois de quebrar por duas vezes o serviço à britânica.

Já com a vaga garantida nos quartos de final, Naomi Osaka fica agora à espera de conhecer a próxima adversária. A nipónica vai cruzar-se com a vencedora do embate entre Johanna Konta (14.ª) e Irina-Camelia Begu (79.ª).

Total
1
Shares
Total
1
Share