Rumores confirmados: Federer regressa mesmo no ATP 250 de Doha

Depois de alguma especulação, agora é oficial: sem competir desde janeiro de 2021, Roger Federer vai regressar ao circuito mundial no início do mês de março, no ATP 250 de Doha, no Qatar.

O regresso foi assegurado pelo próprio em entrevista à SRF Sport: “Está na hora de voltar. Ainda não estou a 100%, mas tenho muita vontade de voltar a competir e sinto-me capaz. Ainda tenho algumas grandes vitórias dentro de mim”, afirmou o suíço de 39 anos, que foi operado por duas vezes ao joelho desde a derrota no Australian Open.

A treinar no Dubai há vários meses, Federer também explicou que “quis fazer o meu regresso num torneio mais pequeno para não estar em demasia no centro das atenções e o stress ser menor.”

Se tudo correr bem, depois de Doha o ex-número um mundial voltará ao Dubai, para participar no ATP 500 dos EAU, e depois viajará até Miami, onde defende os 1.000 pontos do título conquistado há dois anos.

O regresso à terra batida (e a Roland-Garros em particular) é, como o próprio referiu, uma hipótese, mas o foco passa por estar “na melhor forma” para Halle, Wimbledon, os Jogos Olímpicos de Tóquio e o US Open, pelo que Federer não descarta uma pausa após o torneio de Miami.

Total
2
Shares
Total
2
Share