Australian Open volta atrás e só permite um parceiro de treino

No dia em que se soube que há mais dois casos positivos à covid-19 na “bolha” criada em Melbourne, a Tennis Australia recuou e, de acordo com a MARCA, comunicou aos jogadores que ao longo dos 15 dias de quarentena terão de manter o mesmo parceiro de treinos.

Inicialmente, os responsáveis pelo Australian Open tinham anunciado que os primeiros sete dias de treinos seriam com um jogador, mas que a partir da segunda metade do período de quarentena se poderiam juntar duas duplas de tenistas.

Assim sendo, todos terão de manter o parceiro original, o que significa que Pedro Sousa fará toda a preparação para o ATP 250 de Melbourne e o Australian Open com o sul-coreano Soonwoo Kwon (96.º ATP), que substituiu Vasek Pospisil (retido no quarto por ter viajado num dos aviões que devolveram testes positivos à covid-19, tal como Frederico Silva).

Total
1
Shares
Total
1
Share