Governo australiano intransponível: quarentena até ao fim, sem exceções

As hipóteses eram poucas e foram colocadas de parte quando o país acordou: os jogadores que foram colocados em quarentena nos últimos dias terão de continuar a cumprir o isolamento até ao final do período indicado, pelo que só receberão autorização para pisar os courts no final de janeiro.

A decisão foi reassegurada pela responsável da unidade de quarentena da covid-19 no estado de Victoria, que tem Melbourne como capital. “A resposta é um não firme”, disse Emma Cassar à estação de rádio 3AW aos pedidos que têm sido feitos pelos tenistas desde que foram conhecidos os resultados positivos de alguns passageiros que aterraram na cidade, bem como à carta que o número um mundial, Novak Djokovic, enviou ao diretor do Australian Open, Craig Tiley.

Desta forma, chegam ao fim as poucas dúvidas que ainda restavam sobre o assunto: os 72 jogadores (e respetivos treinadores, equipas técnicas e restantes envolvidos) terão mesmo de continuar isolados durante os próximos 12 dias. Entre eles estão os portugueses Frederico SilvaPedro Felner, enquanto Pedro Sousa (que viajou com Rubén Ramírez Hidalgo) já poderá treinar esta segunda-feira.

Total
2
Shares
Total
2
Share