Sebastian continua a dar à Korda e chega à primeira final ATP da carreira

A semana de Sebastian Korda continua a ser a melhor da carreira. O norte-americano, que abdicou do qualifying do Australian Open para jogar o ATP 250 de Delray Beach, apurou-se na madrugada desta quarta-feira – horário de Portugal Continental – para a final do torneio norte-americano, onde vai defrontar o polaco Hubert Hurkacz (35.º).

O número 119 mundial precisou de apenas dois sets para derrotar o britânico Cameron Norrie (74.º), que apresentou também um bom nível em solo norte-americano. Numa partida que esteve muito equilibrada, os dois tenistas pareciam não se querer separar no marcador. Quando Korda quebrou primeiro para chegar ao 3-1, Norrie respondeu com o contra break e os dois permaneceram em pé de igualdade. Mais tarde, o tenista da #NextGenATP conseguiu uma segunda quebra de serviço, que lhe permitiu servir de seguida para a conquista do primeiro parcial.

Com uma boa entrada na segunda partida e um break ao quinto jogo, Korda parecia ter o jogo na mão. O norte-americano chegou a servir para fechar o encontro e dispôs de dois match points, mas não conseguiu fechar e ainda acabou por perder o jogo de serviço. O jovem de 20 anos não tremeu, manteve a compostura e quebrou novamente o serviço de Norrie. Pela segunda vez a servir para a vitória, Korda não voltou a tremer e selou o triunfo pelos parciais de 6-3 e 7-5.

O adversário de Sebastian Korda, naquela que vai ser a primeira final do norte-americano em torneios ATP, vai ser o quarto cabeça de série, o polaco Hubert Hurkacz. Com uma exibição muito sólida, o número 35 mundial colocou um ponto final no conto de fadas de Christian Harrison (789.º), que começou na fase de qualificação e chegou até às meias-finais.

Após um primeiro set onde houve um único break point – que Hurkacz não aproveitou – e que teve de ser decidido num tiebreak ganho pelo polaco, a segunda partida foi bem diferente. Após um arranque equilibrado, Hurkacz elevou o nível na resposta e conseguiu o primeiro break para se adiantar por 4-3. A resposta de Harrison foi imediata e o norte-americano devolveu a quebra de serviço para igualar o parcial a quatro jogos. Porém, quando voltou ao serviço, Harrison voltou também a ser quebrado, desta vez em branco, e Hurkacz ficou a servir para vencer o encontro. O polaco ainda enfrentou um 15-40, mas salvou os dois break points e fechou o encontro ao fim de uma hora e 34 minutos, com os parciais de 7-6(4) e 6-4.

Sebastian Korda e Hubert Hurkacz nunca se defrontaram antes no circuito profissional. E, na primeira vez que o fizerem, será a valer um troféu. Para Korda trata-se da primeira final ATP da carreira, ao passo que Hurkacz não só já sabe o que é jogar uma final, como sabe o que é vencer uma. Em 2019, na única final que disputou, o polaco venceu o ATP 250 de Winston-Salem.

Total
2
Shares
Total
2
Share