15 vitórias e três títulos consecutivos: Sabalenka é a primeira campeã de 2021

Está encontrada a primeira campeã de 2021… que foi também a última em 2020. A bielorrussa Aryna Sabalenka aumentou a série de vitórias consecutivas para 15 e conquistou também o terceiro troféu consecutivo no circuito WTA. A quarta cabeça de série venceu o WTA 500 de Abu Dhabi, ao derrotar Veronika Kudermetova (46.ª WTA) por 6-2 e 6-2.

A realizar um arranque de temporada absolutamente demolidor, tal e qual como foi o fecho da última época, Sabalenka não precisou de muito tempo para resolver o encontro. A tenista bielorrussa pegou no jogo a partir do 2-2 no primeiro set e venceu quatro jogos consecutivos para garantir a primeira partida.

No arranque do segundo set, mais um break conquistado deixou Sabalenka a vencer por 2-0. Contudo, Kudermetova ainda tinha algo para dar e devolveu a quebra de serviço. A festa da russa acabou por não durar muito, já que Sabalenka pagou na mesma moeda e, desta vez, confirmou o jogo de serviço a seguir. A liderar por 4-1, a número dez mundial conseguiu novo break e serviu a 5-1 para a conquista do torneio. Nesse momento, Kudermetova voltou a conseguir quebrar o serviço a Sabalenka, mas apenas para perdê-lo novamente a seguir e, com isso, perder também o encontro. Ao fim de 66 minutos, a quarta pré-designada pôde festejar a conquista do nono título WTA da carreira.

Com uma exibição dominadora, Sabalenka aumentou a série de vitórias consecutivas para 15 – é um novo recorde pessoal – e garantiu também a subida de três lugares na hierarquia mundial. Na próxima segunda-feira, a tenista de 22 anos vai surgir no sétimo lugar do ranking, um novo máximo de carreira.

Total
1
Shares
Total
1
Share