Sabalenka prolonga série vitoriosa rumo à terceira final consecutiva (primeira em 2021)

Aryna Sabalenka fechou 2020 a vencer e está determinada a iniciar 2021 da mesma forma, tendo na manhã desta terça-feira carimbado o apuramento para a final do WTA 500 de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde vai ter como derradeira adversária a estreante Veronika Kudermetova.

Número 10 mundial, a tenista bielorrussa derrotou a grega Maria Sakkari por 6-3 e 6-2 para alcançar a primeira final do ano. Ao longo do encontro, que se prolongou por apenas 57 minutos, Sabalenka “disparou” 22 winners (dos quais oito foram ases) e cometeu apenas oito erros não forçados, números que atestam a qualidade da exibição.

A final desta quarta-feira será a terceira consecutiva para a jogadora natural de Minsk, que fechou a temporada passada com dois títulos: em Ostrava (República Checa) e em Linz (Áustria), pelo que já soma 14 vitórias seguidas.

A separá-la de mais um título (que seria o oitavo da carreira), Aryna Sabalenka terá Veronika Kudermetova (46.ª WTA). A russa de 23 anos superou a ucraniana Marta Kostyuk por 7-6(8) e 6-4 em 1h43 e vai disputar pela primeira vez uma final de singulares no circuito WTA, depois de já ter ganho um título na variante de pares (e no forte torneio de Wuhan, em 2019).

Total
1
Shares
Total
1
Share