Frederico Silva e João Domingues com adversários definidos no Australian Open

Beatriz Ruivo/FPT

Frederico Silva e João Domingues são os dois tenistas portugueses presentes em Doha, no Qatar, onde este ano se realiza a fase de qualificação do Australian Open, e na tarde deste sábado ficaram a conhecer os primeiros adversários da temporada.

A disputar um torneio do Grand Slam pela quarta vez enquanto tenista profissional, Frederico Silva (que é o 182.º no ranking) procura o primeiro quadro principal e vai a jogo frente a Lukas Lacko, eslovaco que é o 200.º da mesma tabela, mas que em 2013 chegou à 44.ª posição e chegou a participar em duas finais ATP.

Em caso de vitória, o tenista caldense de 25 anos jogará a segunda ronda frente a Matteo Viola (220.º) ou Nikola Milojevic (138.º), podendo encontrar o primeiro cabeça de série, Gregoire Barrere (110.º), na ronda de acesso ao quadro principal.

Já João Domingues, está pela 11.ª vez num dos quatro maiores torneios do calendário, mas também procura a primeira presença em quadros principais. O número 179 mundial vai defrontar o checo Tomas Machac (197.º) na primeira ronda.

Se ultrapassar o obstáculo inaugural, o terceiro melhor tenista português da atualidade na classificação mundial discutirá a segunda ronda do qualifying ou com o brasileiro Felipe Meligeni Rodrigues Alves (230.º) ou com Martin Klizan (152.º), que tem como melhor classificação de carreira o 24.º posto, para além de seis títulos ATP no currículo. Depois, o adversário melhor classificado que pode enfrentar é Evgeny Donskoy, russo que ocupa o 122.º lugar (já foi 65.º).

Se as campanhas de Silva e Domingues forem bem sucedidas, os dois portugueses terão de viajar diretamente para Melbourne num voo reservado pela federação de ténis australiana para se juntarem aos restantes tenistas (entre eles os compatriotas João Sousa e Pedro Sousa) numa quarentena obrigatória de 15 dias antes de serem autorizados a competir no quadro principal.

Total
1
Shares
Total
1
Share