João Sousa e Pedro Sousa em torneios diferentes no arranque da “bolha” em Melbourne

Fernando Correia/Millennium Estoril Open

Os dois melhores tenistas portugueses da atualidade desistiram, esta semana, dos primeiros torneios de 2021, pelo que só começarão a temporada em Melbourne, na Austrália. E na última madrugada João Sousa e Pedro Sousa ficaram a saber que vão disputar ATP 250 diferentes no início da bolha naquela localidade.

Número 92 do ranking na atualização mais recente, o tenista vimaranense de 31 anos foi colocado no “ATP 250 Melbourne 2”, evento criado para colmatar a ausência de torneios no período que antecede o Australian Open. Stan Wawrinka e Grigor Dimitrov são os dois top 20 inscritos no torneio, que se se realizasse na próxima semana ainda teria Félix Auger-Aliassime, Borna Coric, Casper Ruud, Taylor Fritz, Ugo Humbert e Daniel Evans como cabeças de série.

Em relação a Pedro Sousa, lisboeta de 32 anos que esta semana é o 106.º colocado na hierarquia masculina, precisa de seis desistências para chegar ao quadro principal do “ATP 250 Melbourne 1”, que foi transferido da cidade de Adelaide, caso contrário terá de passar pelo qualifying. David Goffin (16.º) é o melhor classificado entre os inscritos no torneio, seguido de Karen Khachanov, Christian Garin, John Isner, Hubert Hurkacz, Jannik Sinner, Reilly Opelka e Nikoloz Basilashvili.

Os ATP 250 de Melbourne têm início marcado para 31 de janeiro, semana em que também será jogada a ATP Cup. O Australian Open começa a 8 de fevereiro, mas antes, entre 15 e 16 de janeiro, todos os jogadores que chegarem à Austrália terão de cumprir uma quarentena de duas semanas em que só estarão a abandonar os respetivos quartos de hotel durante cinco horas, período em que só poderão estar ou no court, ou no ginásio.

Total
9
Shares
Total
9
Share