Desistência de Federer confirma Pedro Sousa no Australian Open

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

A poucos dias de terminar um ano que o brindou com várias alegrias, Pedro Sousa recebeu, este domingo à noite, mais um motivo para sorrir: o lisboeta de 32 anos tem entrada direta no quadro principal de singulares do Australian Open, o primeiro torneio do Grand Slam de 2021.

Número 105 do ranking mundial, o segundo melhor tenista português da atualidade só precisava de uma desistência para aceder diretamente à grelha mais importante do “Happy Slam”, objetivo que se consumou graças à decisão tomada por Roger Federer.

2021 será o quarto ano em que Pedro Sousa viaja para Melbourne e o segundo em que o faz diretamente com um bilhete para o quadro principal: foi lá que, em 2019, frente a Alex de Minaur, fez a estreia ao mais alto nível nos quatro maiores torneios do calendário (na reta final de 2020 repetiu o feito no US Open).

Com a entrada direta no quadro principal do Australian Open, Pedro Sousa junta-se a João Sousa no grupo de portugueses com participação garantida na “elite” daquele torneio, deixando Frederico Silva e João Domingues como os únicos lusos que vão a jogo em Doha, a partir de 10 de janeiro, onde em 2021 se jogará, devido à pandemia causada pela covid-19, o quadro de qualificação.

Total
11
Shares
Total
11
Share