Oficial: circuito ATP começa nos EUA e na Turquia

A espera terminou: depois de várias semanas de incertezas, a Associação de Tenistas Profissionais (ATP) divulgou, na noite desta quarta-feira, o calendário para as sete primeiras semanas da temporada de 2021.

Em comunicado, a ATP anunciou que 2021 começará a 5 de janeiro com um ATP 250 de Delray Beach, nos EUA, e com um ATP 250 em Antália, na Turquia. Se no caso do torneio norte-americano se trata de uma antecipação (habitualmente acontece na segunda semana de fevereiro), o evento turco surge graças a uma nova licença de um ano, criada pela entidade para resolver os “buracos” que surgiram no calendário de uma época que, inevitavelmente, também será afetada pela pandemia.

Em simultâneo, e de encontro ao que já tinha sido avançado, todas as atenções partem para Doha (e Dubai, no caso do circuito feminino), onde excecionalmente será realizado o qualifying do Australian Open, entre 10 e 13 de janeiro.

Encerrada a primeira semana da temporada, todos os jogadores com presença confirmada no quadro principal do Australian Open (e seis candidatos a lucky losers) terão de chegar a Melbourne entre 15 e 16 de janeiro para cumprirem uma quarentena de duas semanas. Nesse período não serão realizados torneios ATP, mas serão realizados os primeiros torneios do ATP Challenger Tour noutros países (ver calendário no final do texto).

Ultrapassado o período de isolamento, a competição concentra-se em Melbourne: entre 31 de janeiro e 6 de fevereiro serão realizados dois ATP 250 naquela cidade, um dele o que estaria reservado a Adelaide em circunstâncias normais e o outro criado à semelhança do evento que acontecerá em Antália.

Entre 1 e 5 de fevereiro acontecerá a ATP Cup, com um total de 750 pontos em jogo, e de 8 a 21 de fevereiro jogam-se os quadros principais do Australian Open.

Os ATPs 250 de Auckland (Nova Zelândia) e Nova Iorque (EUA) não serão realizados em 2021, enquanto o ATP 250 de Pune (Índia) e o ATP 500 do Rio de Janeiro (Brasil) procuram novas datas. Para colmatar a ausência de eventos no primeiro trimestre de 2021, a ATP vai avaliar a possibilidade de emitir mais licenças de um ano.

Calendário do circuito Challenger:

Total
3
Shares
Total
3
Share