ATP informa tenistas que podem treinar durante a quarentena na Austrália

Nota da redação: a imagem foi captada durante uma das sessões noturnas de edições anteriores e representa exclusivamente o pôr do sol, não o cenário dantesco que a Austrália vive devido aos incêndios devastadores.

A edição de 2021 do Australian Open tem gerado muita discussão ao longo das últimas semanas, com o possível adiamento do arranque da prova para o dia 1 de fevereiro. No entanto, os tenistas que habitualmente viajam para disputar o “Happy Slam” receberam uma boa notícia vinda da ATP: vão poder treinar enquanto realizam os 14 dias de quarentena em solo australiano.

Segundo um comunicado enviado pelo organismo que tutela o ténis masculino aos jogadores, estes poderão entrar na Austrália no final da primeira semana de 2021 e estarão autorizados a treinar enquanto realizam a quarentena de duas semanas exigida. Contudo, a Tennis Australia recusa confirmar esta informação e afirma estar ainda a aguardar por indicações do governo australiano.

A possibilidade de poderem ser realizados treinos durante a quarentena tem sido um dos principais aspetos em cima da mesa de negociações entre a Tennis Australia, o governo da cidade de Victoria, a ATP e a WTA. A ATP terá informado os tenistas de que poderiam iniciar a quarentena na Austrália a 8 de janeiro, mas também emitiu o aviso para que não avancem já para a reserva de viagens.

Nesta altura, vários cenários estão anda em cima da mesa. Existe a possibilidade de ser cancelada a fase de qualificação, bem como a de se iniciar a prova a 25 de janeiro, apenas uma semana mais tarde do que o previsto inicialmente. Mais novidades deverão ser conhecidas na próxima semana, altura em que se prevê que a ATP divulgue o calendário para os primeiros meses de 2021.

Total
1
Shares
Total
1
Share