João Monteiro travado no encontro de estreia no Maia Open

Beatriz Ruivo/FPT

MAIA — Não começou bem a participação portuguesa na edição de 2020 do Maia Open, com o portuense João Monteiro a ser derrotado na primeira ronda do qualifying do segundo e último torneio do ATP Challenger Tour a realizar-se em Portugal este ano.

Convidado pela organização para o quadro principal, o número 854 do ranking mundial não conseguiu resistir ao checo Michael Vrbensky (309.º), que confirmou o favoritismo e venceu por 6-1 e 6-2 em 72 minutos.

Depois de um set de sentido único, Monteiro (que em 2017 chegou a ser o 237.º do ranking) conseguiu entrar bem na segunda partida e quebrou o serviço do adversário logo a abrir. Mais confiante, concentrado e determinado a dar outro rumo ao encontro, o campeão nacional absoluto de 2016 e 2018 esteve, inclusive, a apenas um ponto de chegar ao duplo break, mas não aproveitou as oportunidades e Vrbensky acabou por reagir, quebrando-lhe o serviço não por uma, mas duas vezes — na segunda ocasião com duas bolas na tela a juntarem-se à equação.

Semifinalista do Challenger de Praga em agosto (só perdeu em três sets para o futuro campeão Stan Wawrinka e a campanha valeu-lhe uma subida de 100 lugares no ranking), Michael Vrbensky tornou-se no primeiro vencedor do Maia Open 2020 e já está apurado para a segunda ronda do qualifying, ficando à espera da conclusão do encontro entre o alternate Alafia Ayemi e o português Luís Faria para conhecer o derradeiro adversário nesta fase.

Total
2
Shares
Total
2
Share