Maia Open começa este sábado com trio português no qualifying

Beatriz Ruivo/FPT

Está tudo a postos para a segunda edição do Maia Open, torneio do ATP Challenger Tour que é organizado pela Federação Portuguesa de Ténis com o apoio da Câmara Municipal da Maia e que arranca este sábado com os primeiros encontros do qualifying, onde estão três tenistas portugueses. 

Tiago Cação, Luís Faria e João Monteiro foram os escolhidos para receberem os wild cards e ficaram a conhecer os primeiros adversários no final de tarde desta sexta-feira, após o sorteio do quadro de qualificação composto por 16 jogadores.

Número 541 do ranking mundial, Tiago Cação irá a jogo num torneio do ATP Challenger Tour pela oitava vez e pela segunda no Maia Open, onde em 2019 disputou a primeira ronda do quadro principal e ficou muito perto da primeira vitória da carreira a este nível. O adversário do tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis é Altug Celikbilek, turco que é número 318 ATP e é o sexto cabeça de série.

Luís Faria é o 797.º da hierarquia mundial e vai a jogo num Challenger pela quinta vez na carreira. Na terra batida da Maia, o jovem vimaranense — que também faz parte do CAR — estará à procura da primeira vitória e para isso terá de superar o francês Geoffrey Blancaneaux, que venceu o torneio de Roland-Garros em juniores, no ano de 2016, e é o número 281 mundial (classificação que lhe vale o estatuto de primeiro cabeça de série).

João Monteiro é, entre os três, o mais experiente: apesar de ser o 854.º da tabela, o portuense de 26 anos chegou a ser 237.º em novembro de 2017 e já esteve em 14 torneios Challenger. A campanha no Maia Open começará diante de Michael Vrbensky, checo que é o 309.º do ranking.

MaiaOpen_Qualifying
Total
3
Shares
Total
3
Share