Cação, Faria e Monteiro com wild cards para o qualifying do Maia Open

Beatriz Ruivo/FPT

MAIA — Está definida a comitiva portuguesa que vai a jogo no Maia Open 2020. Esta sexta-feira, a organização elegeu Tiago Cação, Luís Faria e João Monteiro para os três wild cards à disposição para o qualifying, que se joga nos dias 28 e 29 de novembro (sábado e domingo) no Complexo de Ténis da Maia.

Atual 541.º do ranking mundial ATP, Tiago Cação irá a jogo num torneio do ATP Challenger Tour pela oitava vez e pela segunda no Maia Open, onde em 2019 disputou a primeira ronda do quadro principal e ficou muito perto da primeira vitória da carreira a esse nível (perdeu por 6-4, 6-7(6) e 6-3 para o número 308 Jurij Rodionov).

No caso de Luís Faria, que é o 797.º da hierarquia mundial masculina, esta será a quinta presença em torneios desta dimensão e a primeira precisamente desde o primeiro Maia Open, em que também jogou o quadro principal.

João Monteiro é, entre os três, o mais experiente: apesar de ser o 854.º da tabela, o portuense de 26 anos chegou a ser 237.º em novembro de 2017 e já esteve em 14 torneios Challenger. Como melhores resultados tem as chegadas à segunda ronda em Mestre, Milão e Segóvia, na temporada de 2018.

Para além de Cação, Faria e Monteiro, que ainda esta sexta-feira conhecerão os primeiros adversários no qualifying do Maia Open, também vão a jogo no torneio Pedro Sousa, João Domingues, Frederico Silva, Gonçalo Oliveira, Nuno Borges e Gastão Elias, mas diretamente no quadro principal, que só começa segunda-feira.

Total
2
Shares
Total
2
Share