Um ano depois, Thiem desforra-se de Tsitsipas e entra a vencer no ATP Finals

Exatamente um ano depois de medirem forças no último encontro do Nitto ATP Finals, Dominic Thiem e Stefanos Tsitsipas voltaram a estar frente a frente, mas na abertura da edição de 2020 do Masters, e desta vez foi o austríaco quem venceu para entrar com o pé direito no último encontro da temporada.

À procura da cereja no topo do bolo para um ano que o viu conquistar o primeiro título em torneios do Grand Slam (foi no US Open), Thiem derrotou Tsitsipas por 7-6(5), 4-6 e 6-3 para subir ao primeiro ligar do Grupo Londres 2020, que homenageia a cidade que recebe, pela 12.ª e última vez consecutiva, o Nitto ATP Finals — que este ano celebra 50 edições.

Tal como há um ano, Thiem voltou a levar a melhor nos pequenos, mas decisivos detalhes para vencer o primeiro set no tie-break, onde teve de recuperar de um mini-break e puxar pela criatividade para contrariar um primeiro serviço quase perfeito do adversário. E, também como em 2019, Tsitsipas reagiu a tempo de vencer o segundo parcial.

A diferença esteve, por isso, no terceiro e decisivo set, que o austríaco começou de forma fulminante: à primeira oportunidade, Thiem quebrou o serviço de Tsitsipas e ao fim de apenas seis jogos já tinha apontado 16 winners (contra apenas dois do grego) que o ajudaram a superar um quinto jogo muito longo — só enfrentou um ponto de break, mas foi forçado a vantagens em seis ocasiões — que se revelou determinante para a história do duelo.

Com a vitória deste domingo, Dominic Thiem agarra a liderança do Grupo Londres 2020 e fica à espera do segundo e último encontro do dia para saber se mantém a primeira posição. Na sessão noturna, o “repetente” Rafael Nadal tentará arrancar da melhor forma a procura pelo tão desejado primeiro título no Nitto ATP Finals, desejo comum ao estreante Andrey Rublev, que é o líder da temporada no que aos troféus conquistados diz respeito (são já cinco).

Total
2
Shares
Total
2
Share