Jannik Sinner conquista o primeiro título ATP da carreira e faz história em italiano

Nascido a 16 de agosto de 2001, Jannik Sinner tornou-se, este sábado, no tenista italiano mais novo a conquistar um torneio no circuito ATP desde que a Era Open começou.

Com apenas 19 anos, a next-big-thing do ténis mundial derrotou o canadiano Vasek Pospisil na final do Sofia Open, na Bulgária, pelos parciais de 6-4, 3-6 e 7-6(3).

A disputar a primeira final da carreira ao mais alto nível, Sinner mostrou o discernimento que há mais de um ano faz dele um dos nomes mais seguidos entre a nova geração e que no final da temporada transata o coroou como campeão do NextGen ATP Finals — conquista que adoçou ainda mais o interesse dos italianos, que este sábado surpreenderam ao transmitir a final do ATP 250 da Bulgária em sinal aberto, uma decisão que até aqui só tinham tomado para transmitir as finais de Grand Slam de Francesca Schiavone e Flavia Pennetta.

Número 95 do ranking quando conquistou o “Masters” da nova geração em Milão, há um ano, Sinner escalou desde aí mais de 50 posições no top 100, onde continua a ser o jogador mais novo. E a conquista deste fim de semana terá como consequência a chegada a um novo máximo de carreira: o 37.º lugar.

Mas há mais: para além de se ter tornado no campeão mais novo do circuito masculino desde que Kei Nishikori conquistou o título em Delray Beach no ano de 2008, Jannik Sinner tornou-se no italiano mais novo desde o começo da Era Open, em 1968, a erguer o primeiro troféu de campeão no circuito ATP.

O tenista natural de San Candido, mas que já reside em Monte Carlo, juntou-se a Ugo Humbert, Casper Ruud, Thiago Seyboth Wild, Miomir Kecmanovic e John Millman no grupo de primeiros vencedores de 2020, temporada que chega ao fim na próxima semana, com o Nitto ATP Finals.

Total
4
Shares
Total
4
Share