Nuno Borges e Francisco Cabral terminam como vice-campeões de pares do Vale do Lobo Open

VALE DO LOBO — Foi por pouco, muito pouco, mas o título mais desejado escapou a Nuno Borges e Francisco Cabral, que perderam uma final pautada pelo equilíbrio e terminaram como vice-campeões de pares do Vale do Lobo Open, torneio internacional masculino de 25 mil dólares que se conclui este domingo na Vale do Lobo Tennis Academy.

Na decisão deste sábado, o maiato e o portuense — atuais campeões nacionais da variante — cederam por equilibradíssimos 7-6(3), 5-7 e 10-8 para os holandeses Jesper de Jong e Jelle Sels, que ao cabo de 1h38 ergueram os troféus de campeões.

A jogar a nona final lado a lado, Borges e Cabral transformaram um 2-4 num 6-4 num piscar de olhos e depois de perderem a pequena, mas importante vantagem ainda igualaram o match tie-break decisivo a 8-8, só que a dupla holandesa foi melhor na reta final e acabou recompensada com o título.

Concluída a final de pares, resta apenas a final de singulares para o Vale do Lobo Open chegar ao fim. E também essa decisão contará com representação portuguesa: a partir das 11h de domingo, o mesmo Nuno Borges estará frente-a-frente com Kacper Zuk, polaco que é o quarto cabeça de série.

Total
7
Shares
Total
7
Share