Kacper Zuk junta-se a Nuno Borges na final do Vale do Lobo Open

VALE DO LOBO — Depois do português Nuno Borges, também o polaco Kacper Zuk carimbou o apuramento para a final de singulares do Vale do Lobo Open, torneio internacional masculino dotado de 25 mil dólares em prémios monetários que a Premier Sports e a Federação Portuguesa de Ténis organizam, na Vale do Lobo Tennis Academy.

Uma semana depois de ter conquistado, em Hamburgo, o terceiro título da temporada e sexto da carreira, o polaco de 21 anos (número 285 do ranking ATP) voltou a derrotar Chun Hsin Tseng, ex-número um mundial de juniores que agora é o 288.º entre os profissionais, mas desta vez por 1-6, 7-5 e 6-3.

A vitória deste sábado só foi obtida depois de 2h30 e graças a uma recuperação esforçada, com o mais velho dos dois jogadores (tem apenas 21, mas mais dois do que Tseng) a conseguir sair feliz de um encontro com muitas trocas de bolas longas.

A final do Vale do Lobo Open irá então colocar frente a frente o português Nuno Borges (que está pela quinta vez em 2020 numa final e procura o terceiro título internacional do ano) e Kacper Zuk, sendo o primeiro encontro da história entre os dois jogadores, que curiosamente aqueceram juntos no arranque de jornada deste sábado.

Total
2
Shares
Total
2
Share