Inês Murta afastada na segunda ronda em Lousada

A portuguesa Inês Murta foi esta quinta-feira afastada do quadro principal de singulares do Lousada Indoor Open I. Depois da vitória na jornada de quarta-feira, a número 624 mundial não conseguiu dar seguimento ao primeiro triunfo e acabou derrotada pela mais experiente Claudia Giovine (490.ª), de 30 anos, com os parciais de 6-1 e 6-4.

A tenista de 23 anos revelou problemas com o serviço, à semelhança do encontro da primeira ronda, onde cometeu 13 duplas faltas. Esta quinta-feira, foram mais sete duplas faltas cometidas pela tenista portuguesa, cinco delas no primeiro set. Assim, não foi de estranhar que Giovine se tenha adiantado rapidamente por 5-0 no primeiro parcial. A italiana ainda permitiu um break a Murta, num jogo onde também apresentou problemas a servir. Contudo, voltou ao ataque no jogo seguinte e fechou o parcial.

O segundo parcial parecia muito bem encaminhado para ser ganho pela portuguesa, que chegou a liderar por 4-0. Contudo, Giovine iniciou a reviravolta e Murta começou a revelar dificuldades. Num abrir e fechar de olhos, o parcial ficou igualado a quatro e a lusa desperdiçou dois break points para se voltar a adiantar. Chamada a servir para se manter na discussão do encontro, a algarvia acusou a pressão do momento e permitiu que Claudia Giovine conseguisse o sexto jogo consecutivo e, consequentemente, conquistar o encontro.

Para além do adeus ao quadro de singulares, Inês Murta também acabou derrotada na variante de pares, onde falhou o acesso às meias-finais. Assim, a participação portuguesa no ITF de 15 mil dólares chegou ao fim esta quinta-feira.

Total
1
Shares
Total
1
Share