Nuno Borges derrotado na segunda ronda do Lisboa Belém Open

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

LISBOA — Terminou esta quinta-feira a caminhada de Nuno Borges (número 500 ATP) no quadro principal de singulares do Lisboa Belém Open, com o jogador português a ser derrotado na segunda ronda, dois dias depois de ter assinado a melhor vitória da carreira no circuito internacional.

Num duelo “discutido” em português, o maiato de 23 anos tentou bater-se de igual para igual com Guilherme Clezar (270.º), de 27 anos, mas a experiência falou mais alto e o tenista brasileiro venceu por 6-3 e 7-6(5).

Apesar de não ter apresentado o mesmo nível que o ajudou a somar 21 vitórias nos 24 encontros oficiais disputados anteriormente, Borges conseguiu recuperar da desvantagem de 5-2 no segundo set, mas perdeu o serviço quando teve na raquete a oportunidade de igualar o encontro e acabou por não resistir ao tie-break.

Com esta derrota, o Lisboa Belém Open fica apenas com Pedro Sousa em ação na variante de singulares, mas Nuno Borges ainda regressa ao court esta quinta-feira para jogar os quartos de final ao lado do amigo Francisco Cabral, com quem defronta os brasileiros Orlando Luz e João Menezes.

Quanto a Guilherme Clear, que já esteve no 153.º lugar da tabela mundial, vai enfrentar nos quartos de final de singulares o italiano Federico Gaio, que aplicou os parciais de 6-4 e 7-5 ao francês Elliot Benchetrit.

Total
2
Shares
Total
2
Share