De olhos postos no título, Munar já está nos quartos de final do Lisboa Belém Open

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

LISBOAJaume Munar (número 112 na atualização desta semana) chegou à capital portuguesa como principal candidato ao título no Lisboa Belém Open e está a agarrar-se com unhas e dentes ao favoritismo, tendo carimbado no início de tarde desta quarta-feira o apuramento para os quartos de final.

Frente a frente com Borna Gojo (256.º) pela primeira vez na carreira, o tenista maiorquino triunfou com os parciais de 6-1 e 7-6(5) quando estavam decorridos 105 minutos de encontro.

Grande favorito à vitória, Munar conseguiu quebrar em cinco ocasiões o potente serviço do croata (três em cada set), apostando em avançar no court para pressionar todos os segundos serviços do adversário (depois de recuar bastante para responder ao primeiro) e optando diversas vezes por fugir à direita de Gojo. Sem enfrentar qualquer ponto de break no primeiro parcial, Munar não conseguiu manter a mesma eficácia no segundo e, depois de perder o break de vantagem com uma dupla falta, voltou a ser quebrado com dois serviços falhados, mas devolveu de imediato a quebra quando o adversário serviu para ganhar o set e conseguiu adiar a decisão até ao tie-break, em que recuperou o ascendente.

Apurado para os quartos de final do Lisboa Belém Open pela primeira vez (em 2018 caiu em duas partidas para o futuro campeão, Cristian Garín, na segunda ronda), o tenista espanhol que faz parte dos quadros da Rafa Nadal Academy, em Manacor, vai defrontar o amigo Alexandre Muller (233.º), com quem jogou pares no circuito júnior.

O tenista francês liderava confortavelmente por 6-1, 0-1 no primeiro encontro do dia no Estádio CIF quando beneficiou da desistência do adversário, o holandês Tallon Griekspoor, que já tinha sido assistido e acabou por não resistir a uma lesão nas costas.

Total
1
Shares
Total
1
Share