Frederico Silva derrotado na estreia no Lisboa Belém Open

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

LISBOA — Não correu bem a estreia de Frederico Silva no Lisboa Belém Open, com o número quatro nacional e 198 ATP a ser derrotado na primeira ronda do quadro principal de singulares.

Frente a frente com o búlgaro Dimitar Kuzmanov (298.º), que ganhou ritmo nas duas eliminatórias do qualifying, o tenista português de 25 anos nunca conseguiu estar confortável em campo e perdeu por 7-5 e 6-3 ao fim de 2h23.

Depois de uma entrada em falso que o deixou rapidamente a perder por 5-1, Silva entrou no jogo, subiu no court e começou a criar dificuldades ao adversário, que ainda teve um break point ao 5-2, acabando por conseguir igualar o parcial. Chegado à fase decisiva, o caldense de 25 anos dispôs de um ponto para forçar um tie-break, mas voltou a ceder um jogo de serviço (colocou apenas 39% das segundas bolas no primeiro set) e ficou em desvantagem no marcador.

A precisar de uma reviravolta para aspirar à presença na segunda ronda, o pupilo de Pedro Felner deixou boas indicações logo no jogo de entrada no segundo set, mas depois de desperdiçar três pontos de break acabou por ser ele a perder um jogo de serviço. Seguiram-se novas sucessões de quebras de serviço: primeiro, duas confusões relacionadas com as marcas deixadas pela bola ajudaram Kuzmanov a passar outra vez para a frente; depois, Silva voltou a ditar a cadência no “saque” do búlgaro para voltar a recuperar terreno, mas ao sétimo jogo, onde ainda salvou um ponto de break com um volley exímio, cometeu dois erros não forçados que lhe custaram mais um jogo de serviço — este fatal para as aspirações no encontro.

Para além de Frederico Silva, também João Domingues (oitavo cabeça de série) e Gonçalo Oliveira (wild card) vão a jogo na jornada desta segunda-feira. Na terça, Pedro Sousa defrontará Gastão Elias e Nuno Borges medirá forças com Damir Dzumhur.

Total
2
Shares
Total
2
Share