Tiago Cação travado por favorito no qualifying do Lisboa Belém Open

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

LISBOA — Dia totalmente negativo para as cores portuguesas a abrir a quarta edição do Lisboa Belém Open: tal como Pedro Araújo e João Monteiro, também Tiago Cação foi derrotado por um jogador mais cotado e experiente na primeira ronda do qualifying do Challenger lisboeta, que começou este sábado no CIF.

Com a difícil tarefa de passar pelo croata Borna Gojo (270.º), que há duas semanas deu trabalho a Pedro Sousa nas meias-finais do torneio de Spit, o tenista natural de Peniche tentou resistir, mas perdeu por 6-3 e 6-2 em 1h19, um resultado que não espelha totalmente o equilíbrio que se verificou sobretudo na segunda partida.

Num duelo frente a um jogador muito consistente do fundo do campo e detentor de um serviço potente, Cação tentou variar o jogo do fundo do court e subir algumas vezes à rede naquele que foi o primeiro encontro do ano na terra batida. A nível estatístico, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis meteu apenas 53% das primeiras bolas com o serviço e teve de enfrentar 12 break points, dos quais conseguiu salvar oito.

As três derrotas portuguesas na fase de qualificação do Lisboa Belém Open significam que a segunda jornada não terá representação lusa. Pedro SousaJoão Domingues, Frederico Silva (com entrada direta), Gonçalo Oliveira, Gastão Elias e Nuno Borges (com wild cards) estão confirmados no quadro principal, que só começa na segunda-feira.

Total
1
Shares
Total
1
Share