Trio português no qualifying do Lisboa Belém Open já este sábado; Oliveira com wild card

Tiago Cação (543.º do “ranking” ATP), João Monteiro (879.º) e Pedro Araújo (1424.º) receberam os três convites à disposição da organização para o “qualifying” do Lisboa Belém Open, o primeiro torneio do ATP Challenger Tour a acontecer em Portugal em 2020. O torneio celebra a sua quarta edição já a partir deste sábado, no CIF, em Lisboa. 

Aos 22 anos, Cação era um dos jogadores portugueses em melhor forma antes da pandemia interromper por vários meses os circuitos internacionais: Primeiro em Monastir, na Tunísia, e depois em Loulé, no Algarve, o jogador natural de Peniche disputou duas finais de singulares no circuito ITF. Já depois da interrupção, atingiu pela primeira vez a final do Campeonato Nacional Absoluto, onde só perdeu para Nuno Borges — um dos três tenistas portugueses com “wild cards” para o quadro principal.

Tiago Cação estará pela quarta vez em quatro edições no Lisboa Belém Open: em 2017 chegou à segunda ronda do “qualifying”, em 2018 jogou a primeira ronda do quadro principal e em 2019 ultrapassou a primeira eliminatória frente ao então número 209 do mundo, Facundo Arguello.

Para João Monteiro, a presença no CIF também não será uma novidade: quer em 2017, quer em 2018 deu muito trabalho ao top 100 Taro Daniel em duelos da primeira ronda do quadro principal de singulares.

Depois de uma temporada de 2019 fustigada por lesões, o portuense de 26 anos — que em 2017 foi o 237.º do “ranking” mundial — estava a protagonizar um regresso recheado de vitórias quando a pandemia interrompeu a competição, tendo escalado do 1911.º para o 879.º lugar numa questão de semanas. Campeão nacional absoluto em 2016 e 2018, chegou às meias-finais na edição de 2020.

Quanto a Pedro Araújo, estará pela primeira vez num torneio do ATP Challenger Tour. Aos 18 anos, o lisboeta causou sensação no Circuito Sénior organizado pela Federação Portuguesa de Ténis no pós-confinamento e terá, no CIF, a primeira oportunidade de competir ao mais alto nível no circuito mundial.

O sorteio, realizado no final de tarde desta sexta-feira, ditou que Cação enfrente o sexto cabeça de série, Borna Gojo (270.º); Monteiro o quarto, Guilherme Clezar (263.º); e Araújo o primeiro, Sebastian Ofner (163.º).

Gonçalo Oliveira com o último convite para o quadro principal

Depois de Gastão Elias e Nuno Borges, o terceiro e último “wild card” para o quadro principal do Lisboa Belém Open também foi entregue a um português: Gonçalo Oliveira, número 281 da hierarquia mundial de singulares e 79 em pares.

O portuense, de 25 anos, estará pela terceira vez no Lisboa Belém Open: em 2017, na primeira edição, conquistou a primeira vitória de singulares da carreira em quadros principais do ATP Challenger Tour e atingiu a final de pares, com Fred Gil; e em 2018 caiu na primeira eliminatória para Félix Auger-Aliassime, canadiano que na altura era uma das promessas do circuito masculino e entretanto se consolidou entre a elite (é o 22.º).

Os três convidados juntam-se aos compatriotas Pedro Sousa (113.º), João Domingues (161.º) e Frederico Silva (196.º) no grupo de portugueses com participação confirmada no quadro principal do Lisboa Belém Open, que arranca às 10 horas deste sábado, 10 de outubro, com a primeira ronda do “qualifying”.

Total
2
Shares
Total
2
Share