Roland-Garros: Collins completa quartos de final, Podoroska e Swiatek fazem mais história

A jornada feminina desta terça-feira em Roland-Garros ficou marcada por mais marcos históricos escritos por Nadia PodoroskaIga Swiatek. Antes, porém, Danielle Rose Collins garantiu a última vaga nos quartos de final da prova.

No encontro que foi adiado da jornada de segunda-feira devido à chuva, a norte-americana teve um início dominador frente a Ons Jabeur (35.ª WTA) e adiantou-se por 6-4 e 3-0*. No entanto, Jabeur respondeu com categoria, começou a disparar winners para todos os gostos e venceu seis dos últimos sete jogos de forma a forçar uma terceira partida. O último set foi um festival de quebras de serviço, do qual Collins saiu vencedora. A norte-americana conseguiu vencer o jogo de serviço para chegar ao 5-4 e avançou de seguida para a vitória, selada com os parciais de 6-4, 4-6 e 6-4.

Concluídos os oitavos de final, houve espaço para que Nadia Podoroska e Iga Swiatek escrevessem (ainda) mais história neste torneio. A argentina entrou em court para defrontar Elina Svitolina, teoricamente favorita. Contudo, Podoroska não se deixou afetar nem um pouco pelo maior favoritismo da número cinco mundial e construiu uma vitória segura por 6-2 e 6-4. Em apenas 80 minutos de jogo, a número 131 do mundo disparou 30 winners, venceu 17 de 27 pontos na rede e conquistou ainda mais de 65% dos pontos jogados no primeiro serviço de Svitolina.

Swiatek, por sua vez, defrontou outra grande surpresa da prova: Martina Trevisan (159.ª). A tenista polaca começou por sofrer um break logo a abrir, mas a partir daí assumiu o controlo total da partida e venceu por 6-3 e 6-1. A número 53 mundial esteve bem no capítulo do serviço e jogou muito bem nos break points que enfrentou, tendo salvo sete de um total de nove. Para além disso, revelou consistência (apenas 19 erros) e sempre que subiu à rede, fê-lo com qualidade.

A jogar o quadro principal de Roland-Garros pela segunda vez na carreira e já com a melhor prestação de sempre assegurada, Iga Swiatek vai agora procurar dar o passo que falta até à final. Nas meias-finais, a polaca vai defrontar Nadia Podoroska, que também está a realizar a melhor campanha de sempre em torneios do Grand Slam. E uma delas vai, no final do encontro, estar apurada para a primeira final da carreira em Majors.

Total
1
Shares
Total
1
Share