João Sousa desiste de Sardenha e volta no piso rápido

Beatriz Ruivo/FPT

A temporada de 2020 continua sem sorrir a João Sousa, que depois de perder à primeira em singulares e pares no torneio de Roland-Garros optou por “dizer adeus” à terra batida: o número 1 nacional já não vai ao ATP 250 de Sardenha (12-18 de outubro) e só volta na semana seguinte, já em piso rápido.

A decisão foi explicada pelo treinador, Frederico Marques, ao jornal A Bola: “O João vai fazer uma pausa de oito a dez dias. Este não tem sido um ano fácil. E, às vezes, é preciso parar, pôr tudo no papel, ver o que não está a correr bem. Ninguém nos ofereceu nada, se o João chegou onde chegou foi à custa de muito trabalho dele e da sua equipa. Não tem de provar nada a ninguém, nem dar desculpas. Há que parar, refletir e voltar a atacar o resto da temporada em força.”

Com a “esperança de que o João faça a paragem de final de temporada bem”, o treinador do número 77 mundial acrescentou que o próximo torneio será o ATP 250 de Antuérpia, na semana seguinte, e depois os torneios de Nur-Sultan (Astana), no Cazaquistão, Masters 1000 de Paris, em França, e Sófia, na Bulgária.

Total
5
Shares
Total
5
Share