Francisca Jorge vence pela primeira vez desde a retoma e segue em frente no Porto

Depois de vários encontros à procura do primeiro triunfo em singulares pós-confinamento, Francisca Jorge conseguiu, por fim, a vitória. A tenista vimaranense entrou a vencer no primeiro Porto Open (15 mil dólares), ao derrotar a qualifier espanhola Celia Cervino Ruiz (842.ª WTA) por 6-1 e 6-2, e está apurada para a segunda ronda.

A número um nacional controlou o encontro do início ao fim. Depois de uma troca inicial de jogos, a tenista de 20 anos arrancou para uma série de seis jogos consecutivos, que lhe deram o triunfo no primeiro parcial e um arranque do segundo parcial com break de vantagem. A adversária respondeu com um contra break, mas Francisca Jorge voltou ao ataque na resposta e puxou novamente a vantagem para o seu lado.

A vimaranense aproveitou o ímpeto para construir mais uma série de jogos consecutivos que lhe permitiu chegar a uma vantagem de 4-1. A tenista espanhola ainda recuperou um dos breaks de atraso, mas a portuguesa manteve a compostura e não deixou escapar o triunfo. O serviço foi uma das principais armas da número 588 mundial, que colocou mais de 70% das primeiras bolas. Para além disso, Francisca Jorge revelou uma grande taxa de aproveitamento nos break points, ao converter seis dos oito que teve à disposição.

Na segunda ronda, a número um nacional tem encontro marcado com uma das candidatas ao título. Francisca Jorge vai defrontar a japonesa Yuriko Lily Miyazaki, terceira cabeça de série e 348.ª do ranking WTA, que afastou Maria Inês Fonte com os parciais de 6-2 e 6-3.

Total
5
Shares
Total
5
Share