Rafael Nadal arrasa no regresso sete meses depois

74 minutos bastaram para Rafael Nadal regressar da melhor forma à superfície de que mais gosta e inscrever o nome nos oitavos de final do Masters 1000 de Roma, o primeiro torneio oficial que disputa desde o fim de setembro.

Depois de uma longa ausência devido à pandemia, o espanhol de 34 anos — que optou por não atravessar o Atlântico para defender o título no US Open — não deu sinais de estar enferrujado e derrotou o compatriota Pablo Carreño-Busta (18.º e uma das grandes sensações da última quinzena) por claros 6-1 e 6-1.

Os parciais atestam a qualidade da exibição de Nadal, que 465 dias depois (!) voltou a jogar na sua superfície predileta e aproveitou o sucesso (e o consequente cansaço) de Carreño-Busta no piso rápido de Nova Iorque para carimbar uma vitória folgada.

Nos oitavos de final do Internazionali BNL d’Italia, o número dois mundial e nove vezes campeão do torneio italiano vai defrontar o vencedor do encontro entre Milos Raonic e Dusan Lajovic.

Total
4
Shares
Total
4
Share