Lorenzo Musetti apresenta-se ao mundo com vitória histórica no Masters 1000 de Roma

O futuro chegou e Itália que o diga: pela primeira vez na história do Masters 1000 de Roma há oito jogadores da casa apurados para a segunda ronda e o recorde foi conseguido graças a Lorenzo Musetti, o “miúdo” de 18 anos que tratou a estreia em torneios da categoria por tu e derrotou Stan Wawrinka por 6-0 e 7-6(2) num duelo entre executantes da esquerda a uma mão.

Um ano depois de ter realizado a estreia ao mais alto nível, o jogador natural de Carrara (que foi número um mundial de juniores e venceu o Australian Open de sub 18 em 2019, meses depois de perder a final do US Open) regressou com um wild card para o qualifying, cumpriu com distinção as três primeiras tarefas e tomou como sua a sessão noturna desta terça-feira para carimbar a vitória surpreendente frente ao triplo campeão de torneios do Grand slam.

Ao derrotar um dos seus ídolos, como recusou logo no pós-jogo, Musetti tornou-se no primeiro jogador nascido em 2002 — o ano em que Wawrinka se tornou profissional — a vencer um encontro no quadro principal de singulares de um ATP Masters 1000 e contribuiu para um registo histórico para o ténis do seu país.

Pela primeira vez na história, o Internazionali BNL d’Italia terá oito representantes italianos na segunda ronda do quadro principal masculino: Matteo Berrettini, Fabio Fognini, Marco Cecchinato, Jannik Sinner, Stefano Travaglia, Salvatore Caruso, Lorenzo Sonego e Lorenzo Musetti — e um futuro muito promissor, como o elenco bem atesta.

Total
3
Shares
Total
3
Share