Frederico Silva perde batalha de três horas em Prostejov

Beatriz Ruivo/FPT

O português Frederico Silva disse esta segunda-feira adeus ao Challenger de Prostejov, na República Checa. Depois de ter furado a fase de qualificação, o caldense não conseguiu seguir para a segunda ronda. O pupilo de Pedro Felner cedeu para o jovem da casa Jiri Lehecka (562.º ATP), de 18 anos, com os parciais de 7-6(5), 4-6 e 7-5.

O encontro não foi propriamente fácil para o número quatro nacional.. Frederico Silva encontrou em Lehecka um adversário com um forte serviço, que causou dificuldades ao tenista das Caldas da Rainha durante grande parte do encontro. Apesar das dificuldades em responder, o português avançou para o primeiro break do encontro. No entanto, cedeu o contra break e acabou mais tarde por perder o primeiro parcial no tiebreak.

A ter de correr atrás do prejuízo, Frederico Silva procurou esticar os pontos e obrigar o adversário a pancadas extra. Esta estratégia levou, em grande parte das ocasiões, a erros diretos do checo, que procurava depois emendar as falhas com fortes serviços. Ainda assim, ao fim de várias tentativas, Frederico Silva conseguiu mesmo o break e forçou uma terceira e decisiva partida.

Com o ascendente do encontro, o número 193 mundial arrancou ao serviço na última partida e foi vencendo os jogos de forma tranquila. A meio do set, o tenista de 25 anos tanto forçou na resposta que acabou por ser bem sucedido ao terceiro break point. Contudo, nem teve tempo para festejar, uma vez que Lehecka conseguiu repetir a receita do primeiro set e chegar ao contra break. O checo tornou-se mais agressivo e apostou nas subidas à rede para tentar recuperar a desvantagem e acabou por ser feliz, concretizando num break point onde Frederico Silva acabou traído pela mudança de trajetória de uma bola que aterrou em cima da linha.

O caldense não se deixou afetar pelo azar sofrido no jogo de serviço e voltou a partir para o ataque. Com um bom ponto ganho à rede, seguido de um erro não-forçado de Lehecka, Silva abriu uma vantagem de 0-30 no serviço do oponente. O jogo seguiu pouco depois para as vantagens, onde o português voltou a obrigar Lehecka a um ponto mais longo do que o checo gostaria para chegar ao break point. O jovem wild card da casa, no entanto, apagou o break point com um belo winner de direita e, depois de várias igualdades, acabou por conseguir fechar o jogo de serviço.

Com a partida novamente igualada, os dois confirmaram os jogos de serviço que se seguiram sem grandes sobressaltos. Com o resultado em 5-5, Frederico Silva enfrentou um 15-30 no serviço, mas apostou na subida à rede para impedir os break points e foi bem sucedido. No entanto, o jogo seguiu mesmo para as vantagens e um erro de direita deixou o português a enfrentar um break point, que Lehecka aproveitou para concretizar depois de um amortie demasiado alto do caldense. A servir para fechar o encontro, Lehecka ainda enfrentou um break point, que salvou com um segundo serviço corajoso antes de sair por cima nas vantagens.

Arredado da competição em Prostejov, o tenista português deverá agora optar por um período de descanso na próxima semana, não competindo na cidade romena de Iasi.

Total
2
Shares
Total
2
Share