Auger-Aliassime irrepreensível não dá hipóteses a Murray e segue em frente em Nova Iorque

Há dias em que tudo sai bem e ao adversário nada serve para contrariar o poder de fogo que chega do outro lado da rede e Andy Murray que o diga: dois dias depois de protagonizar uma recuperação com contornos épicos, o ex-número um mundial não conseguiu reunir argumentos para discutir a passagem à segunda ronda com um inspiradíssimo Félix Auger-Aliassime, que igualou o melhor resultado da ainda curta, mas cada vez mais promissora carreira em torneios do Grand Slam.

Em plena sessão noturna, o jovem canadiano concluiu a tarefa em impressionantes 130 minutos: 6-2, 6-3 e 6-4 foram os parciais de uma vitória apoiada em 52 winners e uma pancada de serviço perfeita que lhe permitiu evitar qualquer break point.

A vitória desta quinta-feira permitiu a Félix Auger-Aliassime igualar o melhor resultado da carreira em torneios do Grand Slam, pouco mais de um ano de também ter chegado à terceira ronda em Wimbledon.

O lugar nos oitavos de final será discutido com o vencedor de um encontro que ficou por concluir devido à chuva que caiu em Nova Iorque: aquele que coloca frente a frente os carismáticos Corentin Moutet e Daniel Evans.

Total
4
Shares
Total
4
Share