Frederico Silva derrotado na segunda ronda em Ostrava

Beatriz Ruivo/FPT

O português Frederico Silva foi derrotado esta quinta-feira na segunda ronda do Challenger de Ostrava. Depois de um bom triunfo sobre Martin Klizan na ronda inaugural, o caldense caiu aos pés do eslovaco Lukas Lacko (177.º ATP) com os parciais de 6-4 e 7-5.

O encontro teve muita parada e resposta por parte de ambos os atletas. Lacko arrancou melhor e quebrou o serviço do português logo no primeiro jogo. O tenista das Caldas da Rainha devolveu a quebra de serviço para igualar o parcial a dois jogos, mas acabou por sofrer o contra break. Desta feita, o eslovaco aproveitou a vantagem e, apesar de ter salvo dois set points ao serviço, Frederico Silva não conseguiu salvar um terceiro no jogo de serviço do adversário.

Com um set de vantagem, Lukas Lacko parecia ter dado o passo que faltava rumo à vitória quando voltou a quebrar o serviço de Frederico Silva no arranque da segunda partida. O português, resiliente, respondeu com cinco jogos consecutivos e passou a liderar o set por 5-2. Lacko venceu o jogo de serviço seguinte e obrigou o pupilo de Pedro Felner a servir para a conquista do set. Frederico Silva começou bem esse jogo e rapidamente chegou ao 40-0 e respetivos três set points. Contudo, Lacko venceu seis pontos de forma consecutiva e acabou por quebrar o serviço do 193.º colocado do ranking ATP.

Cedido o serviço na pior altura, Frederico Silva não voltou a conseguir entrar no jogo. O caldense cedeu novamente o serviço logo a seguir, num jogo em branco por parte de Lacko, e viu o eslovaco servir com sucesso para fechar o encontro, ao fim de uma hora e 33 minutos.

Apesar do desaire na segunda ronda, Frederico Silva vai subir posições no ranking. O tenista de 25 anos vai escalar quatro lugares e cimentar-se no 189.º posto. Na próxima semana, o tenista português vai continuar em solo checo, onde deverá entrar na fase de qualificação do Challenger de Prostejov.

Total
2
Shares
Total
2
Share