Surpresa em Nova Iorque: Karolina Pliskova está fora do US Open

Com a ausência de várias tenistas do top-10, a checa Karolina Pliskova assumiu o estatuto de primeira cabeça de série no US Open. No entanto, a número três mundial não conseguiu confirmar o teórico favoritismo esta quarta-feira e acabou afastada logo na segunda ronda do Grand Slam nova-iorquino, às mãos da francesa Caroline Garcia (50.ª). A antiga top-10 venceu com os parciais de 6-1 e 7-6(2).

O encontro foi quase todo controlado pela menor cotada. Garcia entrou muito bem em jogo, mostrou-se muito confortável e incomodou muito com a resposta. A diferença de winners no primeiro parcial – 15 de Garcia para apenas um de Pliskova – descreveu na perfeição a falta de soluções da primeira cabeça de série e a confiança da francesa.

Com o ímpeto do encontro do seu lado, Garcia entrou novamente a todo o gás na segunda partida e rapidamente chegou ao break. A tenista francesa agarrou-se à vantagem durante praticamente todo o parcial, mas um rasgo da capacidade de Pliskova surgiu e a checa não só recuperou a desvantagem como ainda chegou a ter dois set points à disposição no serviço de Garcia. Pouco depois, Pliskova voltou a ter um 0-30 no serviço da gaulesa, mas não conseguiu aproveitar a janela de oportunidade. No tiebreak, Garcia voltou a superiorizar-se com respostas profundas e que causaram muita dificuldade à adversária. A número 50 mundial terminou o encontro com uns impressionantes 30 winners e com o passaporte carimbado para a segunda ronda.

Com o afastamento de Pliskova, a norte-americana Sofia Kenin passa a ser a melhor cotada em prova. Quanto a Caroline Garcia, tem novo encontro com uma cabeça de série pela frente. A tenista de 26 anos vai defrontar Jennifer Brady (41.ª), que venceu CiCi Bellis (188.ª) por 6-1 e 6-2.

Total
3
Shares
Total
3
Share