Inês Murta escapa à derrota e está na segunda ronda em Montemor-o-Novo

Beatriz Ruivo/FPT

A primeira vitória portuguesa no quadro de singulares do Montemor Ladies Open chegou na jornada desta quarta-feira. Inês Murta chegou a ter uma desvantagem de dois breaks no terceiro set, mas operou a reviravolta sobre a ucraniana Marianna Zakarlyuk (465.ª WTA) e venceu com os parciais de 6-3, 3-6 e 7-5.

A tenista portuguesa entrou muito concentrada no jogo e foi a primeira a conseguir um break, aproveitando uma dupla falta da adversária. A vantagem, no entanto, não durou muito tempo e Zakarlyuk conseguiu o contra break.

Inês Murta não se deixou abalar pela vantagem desperdiçada e continuou a servir bem e a procurar incomodar a adversária na resposta. Na reta final do parcial, a portuguesa foi mesmo bem sucedida e conseguiu quebrar o serviço de Zakarlyuk por uma segunda vez. A servir para a conquista da primeira partida, Murta não tremeu e adiantou-se no marcador.

A algarvia não conseguiu transportar o bom momento para o segundo set e uma boa entrada da adversária deixou a questão praticamente resolvida muito cedo. Zakarlyuk venceu quatro dos primeiros cinco jogos do parcial e conquistou uma vantagem preciosa, à qual se agarrou até à conclusão da segunda partida.

A tenista ucraniana, de 23 anos, voltou a entrar muito bem no último parcial e conseguiu de imediato dois breaks, que a deixaram a vencer por 3-0 e com um pé e meio na segunda ronda. A reação de Inês Murta começou nessa altura e a portuguesa começou por recuperar uma das quebras de serviço e reduzir a desvantagem para 2-3.

Depois de Zakarlyuk chegar ao 2-4, Murta voltou ao ataque na resposta. A ucraniana cometeu uma dupla falta que originou um break point, devidamente aproveitado pela portuguesa.

Com tudo igual novamente, os serviços prevaleceram até se aproximar o tiebreak. Nessa altura, com Zakarlyuk a servir pela segunda vez para se manter no encontro, a ucraniana voltou a errar – cometeu mais uma dupla falta numa altura decisiva – e apareceram os primeiros match points para a jovem de 23 anos. Depois de desperdiçado o primeiro, Inês Murta agarrou o segundo e conquistou uma vitória difícil em duas horas e 24 minutos.

Com o apuramento garantido para a segunda ronda, a tenista portuguesa poderá ter pela frente a oitava cabeça de série, a espanhola Marina Bassols Ribera (409.ª). Para isso, a tenista de 20 anos tem de ultrapassar a qualifier romena Andreea Prisacariu (678.ª).

Total
7
Shares
Total
7
Share