Maria Inês Fonte na final no Campeonato Nacional de Sub 18 pela primeira vez

LOUSADA — Campeã nacional de sub 12, sub 14 e sub 16, Maria Inês Fonte colocou-se esta sexta-feira a um passo de fazer o pleno nos escalões juvenis do ténis português, ao garantir um lugar na final de singulares do Campeonato Nacional de Sub 18.

Um ano depois de ter falhado a presença na prova rainha de juvenis devido a uma lesão, a jogadora maiata regressou como primeira cabeça de série e tem conseguido agarrar-se ao favoritismo, mas esta sexta-feira precisou de trabalhar muito para inverter a desvantagem de um set e derrotar Mafalda Guedes, também da Escola de Ténis da Maia, por 4-6, 6-2 e 6-1.

Depois de uma entrada apática que Guedes aproveitou para agarrar uma vantagem de 5-2, Fonte reagiu e começou a imprimir peso e profundidade na bola, mas (e apesar de ainda ter ganho três jogos consecutivos) já não foi a tempo de resgatar o parcial.

No segundo, a mais experiente das duas jogadoras entrou com uma atitude diferente e começou rapidamente a criar dificuldades a Mafalda Guedes, subindo cada vez mais no campo para pressionar a conterrânea e dar início à recuperação, que já não lhe escapou.

A disputar pela terceira vez o Campeonato Nacional Individual de Sub 18, Maria Inês Fonte está pela primeira vez na final: em 2017, com apenas 15 anos, foi travada na segunda ronda pela futura vice-campeã Rita Pinto; em 2018 perdeu nas meias-finais com Francisca Jorge, que revalidou o título; e em 2019 esteve ausente devido a lesão.

No encontro de atribuição do título, marcado para sábado, a jogadora do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis vai ter pela frente a vencedora do encontro entre Matilde Jorge, também do CAR e campeã em título, e Matilde Morais, do CAD.

Total
8
Shares
Total
8
Share