Clara Tauson e Maria Gutierrez na final de singulares da Oeiras Magnesium-K Active Cup

Beatriz Ruivo/FPT

OEIRAS — Está tudo alinhado para a grande decisão da Oeiras Magnesium-K Active Cup, o ITF de 15.000 dólares que assinala o regresso do circuito da Federação Internacional de Ténis cinco meses depois de ter sido interrompido pela pandemia.

Na decisão, marcada para as 11h30 de domingo e com transmissão Raquetc, estarão frente a frente Clara Tauson e Maria Gutierrez Carrasco.

A dinamarquesa de 17 anos — número um mundial de juniores na temporada transata, em que venceu o Australian Open do escalão — confirmou o estatuto de terceira cabeça de série (fruto do 212.º lugar no ranking) ao derrotar Amanda Carreras (332.ª) por 6-3 e 6-4, em 1h37.

Antes, a jovem espanhola, de 22 anos e número 539, já tinha invertido a desvantagem de um parcial para derrotar a oitava pré-designada, Alice Rame (390.ª), pelos parciais de 3-6, 6-1 e 6-2.

Na final deste domingo, Tauson tentará conquistar o sétimo título da carreira no circuito profissional (!) e segundo da época, depois de ter vencido em Glasgow, na Escócia, nos primeiros meses de 2020. Quanto a Gutierrez, estará à procura do segundo troféu e curiosamente o segundo em Portugal, depois de ter ganho o ITF de Santarém, em 2019.

Total
4
Shares
Total
4
Share