Inês Murta derrotada pela primeira cabeça de série no regresso ao circuito internacional

Beatriz Ruivo/FPT

OEIRAS — Mais de cinco meses depois de ter competido pela última vez no circuito internacional, Inês Murta regressou esta terça-feira à ação em torneios da Federação Internacional de Ténis (ITF), acabando por ser travada pela principal candidata ao título na Oeiras Magnesium-K Active Cup.

Naquele que é o único torneio internacional feminino que se está a jogar em todo o Mundo, a número dois portuguesa e 642.ª WTA não conseguiu contrariar o favoritismo de Cristina Bucsa (177.ª e primeira cabeça de série), que venceu por 7-5 e 6-3.

Depois de um arranque marcado por várias quebras de serviço, Murta conseguiu ganhar quatro jogos consecutivos para ficar a um de vencer o primeiro set, mas aumentou os erros não forçados na hora de fechar e perdeu o ascendente, permitindo a Bucsa que voltasse ao jogo. Com uma agressividade muito pouco esforçada e muita tranquilidade, a espanhola conseguiu inverter os papéis e dar a volta para conquistar o primeiro parcial — uma “cambalhota” que lhe deu o embalo necessário para construir a vitória.

Com a derrota da algarvia, que antes do regresso do circuito internacional se destacou no nacional (venceu duas das três finais do Circuito Sénior FPT e terminou a série de quatro semanas competivas de competição com o título de vice-campeã nacional), a representação portuguesa fica a cargo de Francisca Jorge — a próxima a entrar em campo — e Maria Inês Fonte, Sara Lança, Ana Filipa Santos e Matilde Jorge, que só jogam na quarta-feira.

Última atualização às 13h28.

[1] Cristina Bucsa (ESP) vs. Inês Murta (POR), 1.ª ronda da Oeiras Magnesium-K Active Cup:

Publicado por Raquetc em Terça-feira, 18 de agosto de 2020

Total
1
Shares
Total
1
Share