Serena cai com estrondo perante Rogers nos ‘quartos’ em Lexington

Depois de duas rondas onde arrancou em falso e teve de correr atrás do prejuízo, a norte-americana Serena Williams não conseguiu repetir a façanha esta sexta-feira. A número nove mundial cedeu perante a compatriota Shelby Rogers (116.ª), com os parciais de 1-6, 6-4 e 7-6(5), depois de ter realizado um primeiro set praticamente perfeito.

Nos dois jogos anteriores, frente a Bernarda Pera Venus Williams, Serena cedeu o primeiro parcial e viu-se obrigada a puxar dos galões para evitar o afastamento. De forma a assegurar que tal não voltaria a acontecer, a tenista de 38 anos entrou em court com o pé no acelerador e resolveu a primeira partida em apenas 26 minutos. Ao longo do parcial, Serena perdeu apenas seis pontos com o serviço – um através de uma dupla falta – e massacrou o segundo “saque” de Rogers, vencendo todos os pontos jogados com a segunda bola da adversária.

O segundo parcial trouxe uma outra réplica de Rogers que, apesar da baixa percentagem de primeiros serviços, confirmou os jogos ao longo do set sem grandes dificuldades. Quando servia a 4-4, a menor cotada ainda enfrentou um 0-30, mas saiu da situação com mestria e colocou a pressão do lado de Serena que, apesar da vasta experiência nesse tipo de situações, acabou por ceder o serviço e o parcial.

A toada que se registou na segunda partida veio a manter-se na terceira. As duas atletas foram capazes de assegurar os jogos de serviço com mais ou menos dificuldade – Serena enfrentou um break point no segundo jogo – e as decisões ficaram guardadas para o tiebreak.

Serena deu o primeiro passo no caminho para a vitória, ao adiantar-se por 3-1. Porém, Rogers não a quis deixar escapar e não só recuperou o mini break de atraso como ainda conseguiu um segundo que lhe deu a vantagem no resultado. Serena ainda veio a recuperar o mini break, mas cedeu novamente logo de seguida. A mais nova das irmãs Williams ainda salvou um primeiro match point, mas não conseguiu impedir que Shelby Rogers conquistasse a maior vitória da carreira.

Nas meias-finais, Shelby Rogers já sabe que vai defrontar a suíça Jil Teichmann. A número 63 mundial bateu a perigosa CiCi Bellis (302.ª) por 6-2 e 6-4.

Total
1
Shares
Total
1
Share