Hamburgo “substitui” Madrid no novo calendário da ATP

A vontade dos responsáveis pelo torneio de Hamburgo já era conhecida, mas só esta sexta-feira se confirmou: o ATP 500 alemão foi incorporado no novo calendário do circuito mundial masculino, que também prevê a subida de categoria do evento de São Petersburgo.

Horas depois dos rumores se terem intensificado, a Associação dos Tenistas Profissionais confirmou que o Hamburg European Open se vai realizar de 21 a 27 de setembro. As datas estavam inicialmente alocadas ao Internazionali BNL d’Italia, em Roma, mas o torneio italiano recuou uma semana no calendário para preencher a vaga deixada pela “desistência” do Mutua Madrid Open, que seguiu as recomendações do governo espanhol e cancelou a edição de 2020 devido à pandemia de covid-19.

Com o regresso previsto para a semana de 22 de agosto, em Nova Iorque (onde se jogará o improvisado Western & Southern Open, habitualmente em Cincinnati), o circuito ATP terá a primeira paragem em solo europeu a 8 de setembro, na terra batida de Kitzbuhel (que coincidirá com a segunda e última semana do US Open). Só depois seguirá para Roma e Hamburgo, com Roland Garros a ter início marcado para 27 de setembro.

No anúncio desta sexta-feira, os responsáveis pelo circuito masculino também anunciaram as restantes etapas do resto da época: depois de Paris, joga-se em São Petersburgo (12 de outubro), com o torneio russo a ser excecionalmente promovido à categoria de ATP 500 para preecher a lacuna deixada pelo torneio de Basileia, que regressa em 2021. Depois, joga-se em Antuérpia e Moscovo (semana de 19 de outubro), com a ação a seguir para Viena (ATP 500, a 26 de outubro) e Paris (Masters 1000, 2 de novembro) e Sófia (ATP 250, 9 de novembro) antes de se concluir no Nitto ATP Finals, a partir de 15 de novembro e em Londres.

Total
3
Shares
Total
3
Share