Cinco “bolhas”, público nas bancadas e prize money completo nos planos para o Australian Open 2021

O torneio só está previsto para janeiro de 2021 – se nada mudar entretanto – mas a organização do Australian Open continua a trabalhar arduamente na procura de medidas para receber os melhores tenistas do mundo no próximo ano. O plano em cima da mesa inclui a criação de cinco “bolhas” e prevê que o torneio tenha público nas bancadas e o prize money na sua totalidade.

O diretor do torneio, Craig Tiley, deu conta da confiança que a organização tem em manter tudo dentro da normalidade, apesar de Melbourne estar atualmente em confinamento devido a um segundo pico de infeções com o novo coronavírus. A previsão é de que haja público nas bancadas e a venda de bilhetes vai ter início já no mês de outubro.

Em declarações reproduzidas pelo The Age, Tiley revelou que as cinco “bolhas” estarão espalhadas pela Austrália e serão abertas seis semanas antes de começar o torneio, de forma a permitir que os tenistas cheguem à Austrália e evitem as medidas de quarentena mais restritas. “Vamos abrir a bolha a 1 de dezembro e os jogadores podem vir a qualquer altura”, revelou.

“Quando os jogadores chegarem, a nossa esperança é que não fiquem 14 dias num hotel como atualmente. Vamos ter uma exceção dentro desta bolha”, explicou. “Dissemos todos os anos que somos o Happy Slam, mas agora dizemos que somos o muito seguro Happy Slam“, acrescentou o diretor da prova.

A equipa de gestão de crises da Tennis Australia, criada este ano devido aos incêndios que colocaram em risco a realização do torneio, está a trabalhar num plano para cada um dos cenários traçados pela organização. O primeiro cenário, de acordo com Tiley, é o de realizar  o evento da mesma forma que em 2020.

Os restantes quatro cenários vão desde ter um torneio com público limitado até, na pior das hipóteses, não haver torneio de todo. Por agora, a organização está confiante em conseguir realizar o evento dentro do melhor cenário e Tiley aponta a que a assistência possa chegar aos 400 mil adeptos, cerca de metade daqueles que estiveram em Melbourne Park esta temporada.

Total
2
Shares
Total
2
Share