Murray recebe convite da organização para o quadro principal de Cincinnati

O britânico Andy Murray vai mesmo estar presente no Western & Southern Open, que este ano se realiza na “bolha” criada no USTA Billie Jean King National Tennis Center, em Nova Iorque. O vencedor das edições de 2008 e 2011 do Masters 1000 norte-americano recebeu um dos quatro convites da organização para o quadro principal.

Murray é o sexto tenista que já venceu a prova a entrar no quadro principal em 2020, juntando-se a Rafael Nadal (campeão em 2013), Marin Cilic (2016), Grigor Dimitrov (2017), Novak Djokovic (2018) e Daniil Medvedev (2019). A presença em Nova Iorque vai, de resto, ditar a primeira aparição do antigo número um do Mundo no circuito profissional na presente temporada.

Para além de Andy Murray, mais três tenistas receberam um wild card para o quadro principal, todos eles norte-americanos. O jovem Tommy Paul, que no início da temporada conseguiu em Adelaide conquistar a presença na primeira meia-final da carreira em torneios ATP, vai fazer a segunda aparição no quadro principal da prova.

A fechar o lote estão Tennys Sandgren e Frances Tiafoe. O primeiro vai entrar no quadro principal da prova pela primeira vez, ao passo que Tiafoe faz a quarta aparição no Western & Southern Open, onde detém um recorde de três vitórias e três derrotas.

Total
3
Shares
Total
3
Share