ET Maia e ET Jaime Caldeira encontram-se na final masculina do Nacional de Equipas Sub 14

Beatriz Ruivo/FPT

OEIRAS — Está definido o alinhamento da final masculina do Campeonato Nacional de Equipas Sub 14: Escola de Ténis da Maia e Escola de Ténis Jaime Caldeira foram as equipas a seguir para o encontro do título no Centro de Ténis do Jamor, depois de duas meias-finais muito equilibradas que só foram decididas no segundo par.

A Escola de Ténis da Maia — com Vítor Ferreira como capitão — superou o Olaias Ténis Club — com Bruno Alves — por 3-2, mas teve de lutar para ficar com a vitória: nos primeiros singulares, as duas equipas dividiram pontos (Gustavo Braga venceu Dinis Ramalhão por 6-4 e 6-4 para dar ao conjunto de Olaias uma vitória, no outro João Dinis Silva superou Diego Fernandez por 6-2 e 7-5), mas depois Gonçalo Marques venceu Francisco Guimarães, por 6-1 e 6-3, para dar a liderança à equipa maiata.

Nos pares, O Olaias conseguiu empatar a eliminatória graças ao triunfo de Fernandez/Braga sobre Miguel Silva/Afonso Gonçalves, por 7-5 e 6-2, mas a Escola de Ténis da Maia conseguiu a desejada vitória graças a Marques/Dinis Silva, que passaram por Guimarães/Tiago Costa por 6-0 e 6-3.

Na outra meia-final, a Escola de Ténis Jaime Caldeira, liderada pelo próprio Jaime Caldeira, entrou a ganhar frente ao Clube de Ténis de Coimbra (Hugo Solinho Silva é o capitão) graças ao triunfo por 6-0 e 6-1 de Diogo Pipa sobre Anton Barah, mas perdeu os dois singulares seguintes: Diogo Silvério aplicou 7-6(5) 2-6 e 6-3 a Rodrigo Ferro Duarte e Lourenço Tomás Ribeiro vencia por 6-4 e 3-0 quando João Morgado desistiu, lesionado.

Foram, por isso, necessárias duas vitórias nos pares para o conjunto lisboeta conseguir dar a volta à eliminatória — uma missão cumprida com distinção: Tiago Abreu/João Lopes venceram Ribeiro/Silvério por 6-0 e 6-1 e Ferro Duarte/Pipa derrotaram Barah/João Francisco Matos, também por 6-0 e 6-1.

No domingo, a final entre a ET Jaime Caldeira e a ET Maia vai ser jogada a partir das 10h da manhã, nos courts 1 e 2. Ao mesmo tempo, CT Estoril e ET Maia vão disputar o último encontro do torneio feminino, que vale o segundo lugar, uma vez que o CT Paço do Lumiar já consumou a vitória na prova.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."