USTA mantém US Open de pé e garante: “Nova Iorque é um dos locais mais seguros nos EUA”

Fotografia: US Open

A exatamente um mês do arranque, a United Stated Tennis Association (USTA) emitiu, esta sexta-feira, um comunicado no qual reforça a confiança em relação à viabilidade do US Open, bem como do Western & Southern Open, que este ano será transferido de Cincinnati para Nova Iorque, onde está a ser criada uma “bolha de segurança” para todos os envolvidos no evento.

Determinados em levar avante dois torneios fundamentais para a viabilidade do ténis no país, os norte-americanos continuam confiantes de que “a nossa principal prioridade, a saúde e segurança de todos os envolvidos em ambos os eventos, continua assegurada.”

E garantem que “Nova Iorque continua a ser um dos locais mais seguros do país no que diz respeito ao coronavírus”.

Em conjunto com as autoridades de saúde locais, a USTA tem vindo a desenvolver um protocolo de segurança que tem como objetivo reduzir ao máximo o risco de infeção e contaminação. Todos os jogadores serão testados antes e depois de acederem às instalações e os seus movimentos serão reduzidos, para além da total ausência de público nas bancadas.

Mais detalhes serão anunciados nos dias que antecedem o início de cada torneio: o Western & Southern Open joga-se entre 20 e 28 de agosto, o US Open de 31 de agosto a 13 de setembro.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."