Cincinnati com quatro campeãs do Grand Slam entre as tenistas convidadas

A organização do Western and Southern Open, que este ano troca os courts de Cincinnati pela “bolha” que está instalada em Nova Iorque devido à pandemia de Covid-19, anunciou os nomes das tenistas que receberam um convite para disputar o quadro principal da prova. Das cinco atletas convidadas, quatro possuem títulos do Grand Slam no currículo.

A antiga número um mundial Naomi Osaka – vencedora do US Open em 2018 e do Australian Open em 2019 – é a principal figura a receber um wild card. A norte-americana Sloane Stephens, que venceu o US Open em 2017, também foi convidada pela organização ainda que, à semelhança de Osaka, tivesse entrada direta no quadro principal caso tivesse realizado a inscrição a tempo.

Para além de Osaka e Stephens, também a belga Kim Clijsters e a norte-americana Venus Williams se juntaram ao lote de campeãs do Grand Slam que foram presenteadas com um wild card. Clijsters venceu o US Open por três ocasiões (2005, 2009 e 2010) e o Australian Open em 2011, enquanto Venus Williams detém cinco troféus de Wimbledon (2000, 2001, 2005, 2007 e 2008).

Fora do lote das campeãs, a jovem Caty McNally, de apenas 18 anos, recebeu o último convite. A tenista nascida em 2001 ocupa atualmente o 119.º lugar da hierarquia mundial.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.