Maia e Paço do Lumiar discutem os títulos no Campeonato Nacional de Equipas Sub 16

Beatriz Ruivo/FPT

OEIRAS — Clube de Ténis do Paço do Lumiar e Escola de Ténis da Maia saíram por cima de mais uma jornada recheada de ténis no Centro de Ténis do Jamor para marcarem encontro não numa, mas nas duas finais do Campeonato Nacional de Equipas Sub 16 que termina esta terça-feira no histórico complexo do município de Oeiras.

A primeira final a ficar “fechada” foi a masculina, com a Escola de Ténis da Maia a seguir em frente ao conseguir o pleno (5-0) frente ao Clube de Ténis de Évora, graças a vitórias de João Maia (6-1 e 6-1 a André Mansinho), Tiago Filipe Silva (6-3 e 6-4 contra Luís Córdoba) e Henrique Rocha (6-0 e 6-0 sobre Pedro Fialho) antes de somar mais dois triunfos em pares: Tiago Filipe Silva/Miguel Vieira de Carvalho venceram Mansinho/Fialho por 6-1 e 6-3 e João Maia/João Teixeira derrotaram Manuel Conceição/Miguel Grilo por 6-0 e 6-0.

Na outra meia-final, o Clube de Ténis do Paço do Lumiar ganhou vantagem nos singulares (Filipe Grebentsov derrotou André Stewart por 6-1 e 6-0 e Vicente Preto venceu Duarte Trocado por 6-1 e 6-3 antes de Daniel Ivanov reduzir ao derrotar Martim Sousa por 6-2 e 6-0), mas precisou do par (em que Martim Sousa e Filipe Grebentsov superaram Daniel Ivanov e Freddie Healey, com 6-2 e 6-3) para passar pelo The Campus, conseguindo o 4-1 final com o triunfo de Guilherme Alves e Vicente Preto sobre André Stewart e Duarte Trocado, parciais de 6-3 e 6-1.

No quadro feminino, a Escola de Ténis da Maia também carimbou a passagem à final com um registo perfeito, ao vencer o Clube de Ténis de Loulé por 3-0: Maria Santos superou Yoana Dudova por 6-2 e 6-3, Mafalda Guedes derrotou Andresa Félix por 6-1 e 6-0 e voltou ao campo para, ao lado de Maria João Fonseca, derrotar Adriana Pellizzari e Andresa Félix, por 6-2 e 6-2, num par já sem implicações no apuramento.

Mas a outra meia-final só se decidiu no derradeiro encontro: Beatriz Lopez começou por colocar o Clube de Ténis do Paço do Lumiar em vantagem sobre o CAD, ao derrotar Marta Rutkowski por 6-1 e 6-2, mas Matilde Morais empatou a eliminatória ao vencer Sofia Pinto por equilibrados 5-7, 6-3 e 7-5. Chamadas ao duelo decisivo, Maria Garcia e Maria Pinto derrotaram Matilde Morais e Gabriela Matos por 7-6(4) e 6-4, fechando assim o elenco da final.

Na terça-feira, a final entre a Escola de Ténis da Maia (que tem João Maio como capitão) e o Clube de Ténis do Paço do Lumiar (liderado por José Mário Silva) está marcada para as 10h no Court Central (também conhecido como “Centralito”) do Centro de Ténis do Jamor, a mesma hora a que, no Campo 2, tem início a decisão masculina.

Total
8
Shares
Total
8
Share