Hugo Maia e Beatriz Paciletti Costa conquistam o 16.º Open Cidade de Águeda

Depois de Lisboa, Lousada e Oeiras, a cidade de Águeda recebeu o quarto torneio B do Circuito Absoluto FPT, com Hugo Maia e Beatriz Paciletti Costa a levarem para casa os troféus de campeões de singulares do XVI Open Cidade de Águeda, dotado de 3 mil euros em prémios monetários.

Quarto candidato ao título fruto do 19.º lugar que ocupa no ranking nacional, o jogador do Clube de Ténis de Braga começou por vencer Bernardo Balancho (6-0 e 6-0) e depois afastou Martim Marujo (6-3 e 6-3), Luís Miguel Saraiva (6-1 e 6-2) e André Rodeia (4-6, 6-4 e 6-2) para chegar à grande final.

No encontro decisivo, Hugo Maia — que nas últimas semanas já tinha estado em destaque ao afastar o ídolo Gastão Elias numa das etapas do Circuito Sénior FPT — foi mais forte do que Pedro Araújo (que também brilhou nas novas provas da federação, mas falhou o Campeonato Nacional Absoluto para fazer os exames nacionais do 12.º ano) e triunfou com os parciais de 6-2 e 6-1 para ficar com o mais desejado dos troféus.

No quadro feminino, Beatriz Paciletti Costa até começou a semana a perder — foi afastada por Lena Couto, com os parciais de 7-6(2), 6-7(6) e 7-5, na única ronda do qualifying —, mas foi repescada para o quadro principal como lucky loser e só parou com o troféu de campeã nas mãos: venceu Madalena Tanqueiro (7-5 e 6-4), Inês Iglésias (6-2 e 6-2), Luísa Pelayo (6-1 e 6-3) e, na grande final, a qualifier Carolina Azadinho, por 7-5 e 6-1.

De Águeda, o Circuito Absoluto FPT segue para Viana do Castelo e Mangualde, mas o próximo torneio B acontece em Setúbal, entre os dias 30 de julho e 2 de agosto.

Total
16
Shares
Total
16
Share