Nem Washington, nem Xangai: Masters 1000 asiático também foi cancelado

É um verdadeiro pesadelo (mais um) aquele que se começa a criar para a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP): dias depois da organização do ATP 500 de Washington — que seria a primeira paragem do recomeço da temporada masculina — ter oficializado o cancelamento do torneio, também os responsáveis pelo Masters 1000 de Xangai anunciaram que em 2020 não se irá a jogo na localidade chinesa.

A notícia não é surpreendente e surge na sequência da decisão tomada pelo Governo chinês, que recomendou o cancelamento de todos os eventos desportivos marcados até ao final de 2020 e que tem um impacto especialmente significativo no circuito feminino, que esperava organizar sete torneios — entre os quais o WTA Finais — naquele país ainda esta época.

Para a ATP, significa o desaparecimento de um dos cinco Masters 1000 previstos até ao final do ano: Cincinnati continua de pé, mas excecionalmente transferido para a “bolha” que será criada nas instalações do US Open, e previstos estão, também, os torneios de Madrid, Roma (logo a seguir ao Grand Slam norte-americano) e Paris, em piso rápido indoor na semana que antecede o Nitto ATP Finals, em Londres.

Total
3
Shares
Total
3
Share